• Bi-Sides

MovBi Movimento Bissexual da Paraíba é primeira ONG bi do país

A notícia nos alegra muito e vem d´A Liga Gay:

Criada desde Janeiro desse ano e oficializada no mês de Julho, a ONG MoviBi (Movimento de Bissexuais) foi criada em João Pessoa capital da Paraíba por militantes da causa LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais) e Bissexuais assumidos. Com o intuito de dar mais visibilidade as causas bissexuais e o combate a bifobia dentro e fora do movimento LGBT, a ONG tem 6 representantes sendo 2 coordenadores, 2 Tesoureiros e 2 secretários sempre dividindo entre um homem e uma mulher nos cargos efetivos e na suplência criando igualdade de gênero na entidade.

E já estão pensando no segundo Biálogo, como o que ocorreu ano passado em João Pessoa:

A discussão sobre pessoas bissexuais no movimento social durante o evento no ano passado de Juventude LGBT na Faculdade de Direito de João Pessoa, onde o Grupo de Trabalho que mais teve representação foi o de pessoas bissexuais, logo após, foi criado o evento “Biálogo”, onde um diálogo sobre bissexualidade foi criado e reuniu um bom número de pessoas do movimento LGBT interessadas em conhecer um pouco mais sobre a vivência bissexual.

Nas palavras do próprio MovBi:

Cansamos de sempre ficar na sombra dos movimentos LGBT`s criamos o MOVBI (movimento de bissexuais) esse movimento não será só no âmbito do estado da Paraíba, mas sim em todo território Brasileiro tendo sua sede na Paraíba Av. almirante barroso, N°. 757, bairro: centro, CEP: 58013-120.
E-mail: movbi@hotmail.com
Facebook Hoje depois de um ano de luta registramos nossa instituição. Com a formação atual da diretoria: Adriano Silva Rodrigues, como primeiro coordenador, Erika Nicacio Benemond, como suplente do coordenador, Cristiane Kelly de Sousa Soares, primeira tesoureira, Willamys Guthyers Fernandes de Souza, segundo tesoureiro, Joébson Rodrigues Silva primeiro secretario e Alessandra Pinto Vilela segunda secretaria.

Essa é mais uma pra quem disser que bissexual não se mobiliza, fotos do Biálogo do ano passado: